with Comments

Hoje em dia, as pessoas têm muito receio e falta de conhecimento em saber o que é tesouro direto e como investir de forma segura e rentável, isso acontece por vários motivos.

Um deles é a falta de informação sobre os títulos públicos, por isso acabam “investindo” na poupança, mesmo não tendo em mente que a poupança não rende como renderia um título do tesouro direto.

Para o investidor que está iniciando, o Tesouro Direto é uma opção muito válida, para não dizer que é a principal. Pois são os tipos de investimentos que tem o menor risco para quem investe, e além disso são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.

Também vejo muitas pessoas que já conhecem o programa e estão com vontade de investir, mas que não investem porque não sabem como fazer.

Se você se encaixa neste perfil, fique aqui comigo que hoje você aprender absolutamente todo o processo para investir no Tesouro Direto sem medo.

Neste artigo, vou te explicar em detalhes o que é o tesouro direto e como investir.

Vamos lá?

O que é Tesouro Direto

o que é tesouro direto - busca do sucesso

Hoje em dia, grande parte das pessoas são endividadas por causa do sistema. Sei que esse não é o assunto principal deste artigo, mas é esse o exemplo que eu vou usar para explicar o que é Tesouro Direto.

Imagine que você está endividado e precisa fazer um empréstimo no banco para pagar suas dívidas que estão bem atrasadas, você chega ao banco e pega um empréstimo para pagar parcelado e com juros (juros altos, inclusive).

Se você parar para pensar, o banco está fazendo um investimento, está te emprestando um dinheiro para recebê-lo com uma porcentagem a mais no final do período de empréstimo.

Onde eu quero chegar com isso?

“Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.”

Rich Greifner

Veja agora.

O que são Títulos Públicos

O  programa do Tesouro Nacional é o governo endividado querendo fazer empréstimos dos investidores. Quando você compra um título do Tesouro Direto, você está emprestando dinheiro à juros para o governo.

Por isso que você resgata depois de um certo tempo com juros.

Falando em grosso modo, você está sendo um “agiota” para o governo. 😀

Quando você faz isso, você ajuda o governo a diminuir a dívida pública.

Existem alguns tipos de títulos públicos, cada um deles tem sua característica.

Veja abaixo o que são os Títulos Públicos e quais os tipos que temos disponíveis.

 

Tipos de Títulos

Existem duas categorias de Títulos, os prefixados e os pós fixados. Cada um deles vai se encaixar com um objetivo em específico que você tem.

Vamos começar pelos prefixados e depois explico os pós.

Pré-fixados

Tesouro Prefixado (LTN)

O antigo nome deste título era LTN (Letra do Tesouro Nacional). Este título é prefixado porque sua rentabilidade já é definida no momento em que você compra. Você já tem os valores pré-definidos no momento em que escolhe este papel.

Vai estar definida a data para retirada do investimento, e a porcentagem que ele vai render quando você retirar na data programada.

Este Título é ideal para você investir um dinheiro que você não vai precisar tão cedo, é o tipo de dinheiro que você vai investir e vai “esquecer” lá enquanto ele rende.

 

Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F)

Este é interessante também, seu antigo nome era NTN-F (Nota do tesouro Nacional – Série F).

A rentabilidade deste título é prefixada no momento da compra assim como o Tesouro Prefixado (LTN), mas o pagamento é diferente, eles liberam o rendimento desse título semestralmente.

É como comprar uma casa e ir recebendo o aluguel de tanto em tanto tempo. Este título é ideal para quem quer viver de dividendos.

Pós-fixados

Tesouro Selic (LFT)

Título pós-fixado com o antigo nome de Letra Financeira do Tesouro (LFT), Ele se chama Tesouro Selic por motivos óbvios, sua rentabilidade acompanha a taxa de juros básica da economia (a taxa Selic).

Este título tem o pagamento do dinheiro investido e somando o rendimento na data final estipulada ou no resgate antecipado.

Se a taxa Selic aumentar por algum motivo, o rendimento deste papel também eleva, e se a taxa tiver uma queda, o título rende menos.

Este título é pós fixado, portanto não tem uma rentabilidade definida, existe uma variação na rentabilidade.

Tesouro IPCA com Juros Semestrais (NTN-B)

O Tesouro IPCA é um título parecido com o Tesouro Selic, mas ao invés de acompanhar a  taxa Selic, ele acompanha o IPCA (índice que mede a inflação).

Este título tem definida a rentabilidade na compra acrescido da porcentagem do IPCA no momento da retirada.

A vantagem deste título é que ele faz pagamentos semestrais, deixando para o vencimento do papel apenas a devolução e os juros do último semestre.

Por exemplo, valor investido + 6% ao ano + 7% da taxa da inflação no momento da retirada. Acaba se tornando um investimento bem atraente para quem pensa no longo prazo.

Tesouro IPCA (NTN-B Principal)

É a mesma coisa que o Tesouro IPCA, a diferença é que ele não paga juros semestrais.

A grande vantagem de se investir neste título é que você só retira no seu vencimento, mas enquanto isso ele vai trabalhando os juros compostos, o que favorece sua mentalidade para investimentos de longo prazo.

Este é um tipo de título muito seguro de se investir.

Tentei explicar para você de uma forma clara para que você entenda perfeitamente o funcionamento de cada título público.

É importante você saber as características deles para que você possa investir de acordo com seu perfil de investidor e sua estratégia.

Algumas Mentiras Sobre o Tesouro Direto

É como eu comentei no começo deste artigo, as pessoas muitas vezes deixam de investir no Tesouro Direto por falta de conhecimento ou por receio. Então resolvi mostrar alguns mitos sobre o assunto.

Mito nº 1: É Difícil Investir

Não, não é! Você só precisa seguir alguns passos bem básicos que eu vou explicar logo mais neste artigo para conseguir investir tranquilamente usando a internet e sem depender de bancos querendo sugar seu dinheiro.

Mito nº 2: O Dinheiro Fica Preso ao Título até o Vencimento

Outro mito! Quando você investe, você pode retirar o dinheiro quando quiser, de qualquer título. É óbvio que você não vai ter a rentabilidade maior, mas também isso não quer dizer que você não vai ter rentabilidade.

Mito nº 3: Não é Vantagem Resgatar o Dinheiro Antes do Vencimento

É como falei no tópico acima, se você retirar o dinheiro antes do vencimento, o título não vai render o esperado, mas isso não quer dizer que não vai render nada.

Então este é outro mito. Muita gente acha um absurdo retirar antes do vencimento, mas é tudo uma questão de visão da situação, se você precisar do dinheiro para um outro tipo de investimento mais rentável, eu acho super natural retirar de um lugar para colocar em outro que renda mais.

 

Como Investir no Tesouro Direto

como investir no tesouro direto - busca do sucesso

Chegamos em uma parte importante do artigo, é agora que você vai aprender o passo-a-passo de como investir no Tesouro Direto.

Esse é o processo inicial para você ficar apto a comprar os títulos e começar a fazer seu dinheiro trabalhar para você.

Cadastro

Para fazer o cadastro é muito simples, você só precisa seguir os passos abaixo para começar a comprar títulos públicos.

Ter um CPF e Conta Bancária

Antes de tudo você precisa ter seu CPF e sua conta bancária prontos para o cadastro.

Escolha um agente de custódia (corretora)

Toda operação é feita de duas maneiras, pelo banco onde você tem conta ou por um agente de custódia (corretora).

Eu recomendo que você use a corretora para fazer seus investimentos, pois o banco cobra taxas de manutenção e acaba comprometendo seus rendimentos.

Isso faz com que você não consiga ter todo o potencial de seus investimentos, portanto, sempre escolha uma boa corretora.

Dica: Existem várias corretoras, cada uma com seus preços e seus tipos de serviços, e você vai analisar cada uma delas e ver qual que se encaixa melhor com seu perfil.

Porém, se você for um investidor iniciante (acredito que seja), precisa começar por uma corretora boa e barata, então eu recomendo a corretora rico (não, eu não estou ganhando nada fazendo a propaganda! :D), só acho que é uma boa corretora para se começar e recomendo pelas taxas de corretagens mais baixas.

Conclua o cadastro na Corretora

Logo quando você fizer seu cadastro inicial, você vai receber algum tipo de contato da corretora que você solicitou os serviços para enviar toda a documentação.

Para ser sincero, eu não me lembro exatamente que tipo de documento que pedem, mas é tudo muito simples, eles vão enviar o contrato, você imprime, assina, escaneia e envia de volta.

Algum tempo depois liberam sua área de membro para poder operar tranquilamente.

Senha BM&F Bovespa

A partir disso, você vai receber também a senha provisória para acessar a área restrita do Tesouro Direto (Clique aqui para acessar).

É lá que você vai ver todos os títulos disponíveis, acompanhar seus rendimentos e ter relatórios.

Quando entrar pela primeira vez, coloque uma senha para que você não se esqueça os seus dados de acesso.

Escolha o título para comprar

Pronto! Agora está tudo certo…

É hora de botar a “mão na massa” e comprar seu primeiro título. Lembrando que você já sabe quais são os títulos e suas características, pois expliquei neste artigo.

É importante você saber de tudo isso, e mais importante ainda é você ter uma direção para seguir, você precisa ter um objetivo financeiro para facilitar nas tomadas de decisões.

Quando você tem seu objetivo financeiro definido, é hora de saber que tipo de perfil de investidor você tem.

Neste próximo tópico vou explicar basicamente o que é isso, porque já temos um artigo completo sobre os perfis de investidores (Clique aqui).

Descobrir seu Perfil de Investidor

O perfil de investidor vai definir com clareza onde você vai colocar seu dinheiro.

Basicamente, são 3 tipos de investidores, e cada um deles foca a maioria de seus investimentos em determinados papéis:

  • Conservador
  • Moderado
  • Agressivo

Conservador

O conservador é mais sensível à riscos e não tem muita pretensão quando se fala de seus objetivos financeiros, ele foca seus investimentos em títulos prefixados.

Moderado

O moderado já tem um pouco mais de ousadia, gosta de mesclar entre prefixados e pós-fixados, fora isso costuma dividir seus investimentos entre renda fixa e renda variável.

Agressivo

E totalmente disposto a correr riscos para ter mais resultados, gosta de focar nos pós-fixados que são indexados às taxas Selic e IPCA, fora isso vai firme e forte na renda variável.

Neste artigo você aprendeu um bocado de coisas! Muita gente não tem acesso à esse tipo de informação, e acabam deixando de lado a possibilidade de investir, justamente por não saberem o que é tesouro direto e como investir nele.

Neste artigo você aprendeu:

  • o que é Tesouro Direto;
  • o que são os títulos públicos;
  • as características de cada título público;
  • o passo-a-passo para se cadastrar para começar a investir;
  • noções básicas de perfil de investidor.

Agora você tem a faca e o queijo nas suas mãos, vai depender de você usar essas informações ao seu favor ou não!

O que te passei aqui é um conhecimento inicial e com isso você já consegue ter uma ótima noção do que fazer.

Mas, se quiser ter um conhecimento especializado e aprender como se livrar da poupança e ter ganhos maiores e mais seguros, vou deixar aqui o link de um curso que encontrei. Aproveite.

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS SOBRE O CURSO!

Espero ter ajudado, um forte abraço. 😉

 

Como Investir em ações