with Comments

como-definir-seu-perfil-de-investidor - como-ficar-rico

Não sabe o seu perfil de investidor? Espero poder te ajudar com este artigo, portanto fique aqui comigo até o final que você não terá mais problemas!

O que é um Perfil de Investidor?

Bom, primeiramente você deve se perguntar o quanto de tolerância ao risco você tem, pois é baseado nisso que definimos nosso perfil como investidores.

O mercado em si possui seus riscos e seus retornos!

Somos seres humanos e temos emoções, mais quando agimos pela emoção na Bolsa de Valores isso pode não ser legal, pois é inevitável a desvalorização de alguns papéis, e com essa desvalorização você pode agir por impulso e fazer alguma besteira. Mais não se preocupe com isso! Desde que você siga uma estratégia eficiente em seus investimentos e siga o método à risca, nada de ruim acontecerá no longo prazo. Pois é! Eu digo no longo prazo porque temos um péssimo hábito de querer resultados rápidos, e isso nos investimentos é muito difícil!

Então, definindo seu perfil de investidor você terá mais facilidade em diversificar seus investimentos, abaixo vou deixar os perfis para facilitar seu entendimento:

  • Perfil conservador: Não tolera tantos riscos, prefere dar prioridade em renda fixa sabendo que os riscos são bem menores;
  • Perfil moderado: Já tem uma certa tolerância aos riscos, não tem uma prioridade em um determinado ativo;
  • Perfil ousado: Sua tolerância é maior, está em busca de uma rentabilidade melhor, então prioriza seus investimentos em renda variável.

 

E depois que eu definir meu perfil? Como devo diversificar meus investimentos?

Olha, não tem um padrão de como você deve diversificar, mais abaixo vou deixar mais ou menos a porcentagem de alocação para você ter uma noção:

 

Perfil conservador:

É bom começar com uma certa segurança, mas cuidado! Talvez você pode perder boas oportunidades em outros tipos de investimentos, não tenha medo de conhecer novos ativos!

Alocação sugerida:

  • 60% em renda fixa (LFT, LTN, NTNB, etc);
  • 20% em Fundos imobiliários;
  • 10 % em ações(ETF’s);
  • 10% em Cambio (Dólar, Euro, Ouro).

 

Perfil moderado

Já um pouco mais tolerante a riscos, procura melhores rendimentos, mais não se arrisca tanto. Geralmente gostam de diversificar em proporções parecidas.

Alocação sugerida:

  • 40% em renda fixa (LFT, LTN, NTNB, etc);
  • 30% em Fundos imobiliários;
  • 20 % em ações(ETF’s);
  • 10% em Cambio (Dólar, Euro, Ouro).

 

Perfil ousado

Esse é corajoso! Já não liga tanto em correr riscos e procura sempre por uma rentabilidade ótima! É lógico que temos que tomar cuidado com o risco que é sempre proporcional.

Alocação sugerida:

  • 10% em renda fixa (LFT, LTN, NTNB, etc);
  • 20% em Fundos imobiliários;
  • 60 % em ações(ETF’s);
  • 10% em Cambio (Dólar, Euro, Ouro).

 

Concluindo…

 

Lembrando que são apenas SUGESTÕES de alocação dos seus ativos ok? Não precisa diversificar de forma idêntica às minhas sugestões.

Caso você queira fazer o teste para saber seu perfil, CLIQUE AQUI.

Então espero que eu tenha ajudado você a definir seu perfil de investidor e que você comece imediatamente a traçar sua estratégia para começar no mundo dos investimentos! O importante é que você nunca deixe de estudar e de acompanhar as novidades do mercado, essa é a dica mais importante que eu tenho para te dar. Até mais!

 

Não deixe de comentar no artigo, caso tenha alguma dúvida é só perguntar abaixo que eu responderei com o maior prazer! Compartilhe também com seus amigos…

Como Investir em ações